Proposta foi aprovada em segundo turno com 59 votos favoráveis, dois a mais do que o mínimo necessário, e 32 contrários

Na manhã desta terça-feira (3), foi aprovada em segundo turno, em sessão extraordinária no plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que prevê a reforma da Previdência dos servidores públicos estaduais.

A assessoria de imprensa da Alesp comunicou que a PM foi acionada após uma das portas ter sido destruída, durante a ocupação dos manifestantes no prédio. Neste momento teve início o embate dentro da Assembleia.

Dentre as principais alterações aprovadas constam mudanças na contribuição mensal dos servidores, que passou de 11% para 14%, e nas idades para obtenção dos benefícios: a partir de agora homens poderão se aposentar com 65 anos e mulheres com 62 anos. Também passa para 25 anos o tempo minímo de contribuição . Com a aprovação, as regras passam a valer daqui 90 dias.

O passo seguinte será a aprovação do Projeto de Lei Complementar (PLC), que ainda pode trazer algumas alterações no texto aprovado.

A mudança não precisa de sanção do Governador Dória (PSDB) pois o texto do projeto de emenda (PEC) veio do Executivo.

Categoria: Destaques
Acessos: 577

© Telefones: São Paulo: 3111-9300 (Capital) - 0800-0140006 (Interior).